Testando a honestidade do carioca com os turistas gringos

     

Sabendo que o nosso país será sede de vários eventos importantes até 2016, nada mais justo do que ir até as ruas e verificar se os preços cobrados para os “gringos” é o mesmo cobrado para os Brasileiros. Veja aí o resultado final dessa brincadeira!




Retrospectiva 2013 – Galo Frito

     

Depois de nos depararmos com tantas retrospectivas, não poderíamos deixar de botar a versão dos meus oleosos amigos do Galo Frito.




Lapião VS. Laterna verde

     

Já existe o Epic RAP Battles. A versão brasileira só poderia ser o Epic REPENTE Battles!! Um personagem brazuca x um gringo. Quem será que ganha?

Mais um vídeo do Parafernalha. Inscrevam-se, clicando aqui.




Vendendo pó…de café!

     

Na tentativa de buscar um trabalho honesto para ajudar na renda em casa, resolvemos ir para rua vender pó… de café!

Quem gosta do gênero e quiser nos ajudar. Se inscreva, clicando aqui. Fortalece aí!




Pegadinha – Sendo carinhoso com turistas

     

Como o Brasil será palco de grandes eventos até 2016 nada mais justo do que sair pelas ruas espalhando carinho para os turistas.

É o primeiro de muitos vídeos de pegadinhas que iremos fazer nesse novo canal do Blog. Quem gosta do gênero e quiser nos ajudar. Se inscreva, clicando aqui. Fortalece aí!




E se as palavras bonitas fossem palavrões?

     

“Gente, faz alguma coisa, eles vão se amar”

Mais um vídeo dos feras do Canal Ixi. Para assinar o canal, clique aqui.




Nunca mexa com um mascote de basquete

     

Todo mundo que já foi ou assistiu um jogo de NBA sabe que ocorre um verdadeiro espetáculo, tanto dentro, como fora das quadras. Dessa vez não foi diferente.

O Mascote do Utha Jazz estava animando a torcida, jogando (espuma ou serpetina) na galera e brincou também com os torcedores rivais do Houston Rockets. Só que a brincadeira não agradou muito e ele revidou de forma mais agressiva.

Ele só não contava que o Mascote estava inspirado no dia.

Se é no Brasil o mascote teria parado na UTI.




Pegadinha – Fizeram o amigo acreditar que ficou 10 anos em coma

     

Essa figura tinha o hábito de beber e perder a linha. Zoava os amigos, beijava as desconhecidas e batia nas velhas.

Um dia ele bebeu tanto que seus amigos resolveram pregar uma pegadinha usando ele como cobaia. Fizeram ele acreditar que passou 10 anos da sua vida em coma.

Agora ele vai pensar duas vezes antes de zoar os amigos.




Ele ganha R$ 12 mil por mês para dormir de “conchinha” com mulheres carentes

     

1

Sandro que era palhço desistiu de trabalhar com crianças para se dedicar as mães 

O capixaba Sandro Mendonça é um cara muito invejado pela ”profissão” inusitada que inventou para si mesmo. Ele recebe para dormir de “conchinha” com mulheres carentes. Seu serviço apesar de recente já cativou dezenas de mulheres que pagam até R$ 600 por uma pernoite. Sandro faz questão de salientar que o serviço dele não tem “saliência”. Tudo se dá no profissionalismo e na perspectiva humanitária de levar companhia para mulheres que sofrem com a solidão.

Tudo começou numa brincadeira com uma amiga que o convidou para dormir com  ela “sem maldade”. Nesta oportunidade a veia empreendedora o mostrou que havia ali um filão para ser explorado. Sandro anuncio seu serviço nos classificados de um jornal e recebeu muitas ligações interessadas no serviço. Em seis meses de trabalho ele afirma ter cativado uma clientela fixa que também o indica para outras clientes. Isso acabou excluindo a necessidade de fazer anúncios.

Durante sua atuação profissional a regra é que ambos durmam de roupas íntimas e de banho tomado. Não é permitido o uso de bebidas alcoólicas ou drogas nem tampouco contato sexual de nenhuma natureza. Sônia (nome fictício), 39 anos, promotora de justiça e viúva é uma de suas clientes. Segundo Sônia, “as vezes mais importante que o sexo é a companhia do homem. É sentir o abraço quente e aconchegante. Vivo esta experiência em segredo e não tenho do que reclamar. Ele além de acompanhante é divertido e atencioso. Um excelente profissional”.

Sandro revelou que chega a atender cerca de 5 clientes por semana. A data mais concorrida é a noite de sábado. Nesta oportunidade ele cobra “bandeira 2”. O valor da pernoite atualmente está orçada em R$ 300 e aos sábados R$ 600. O dorminhoco profissional chega a faturar até R$ 12 mil por mês com esta atividade. As contratantes precisam servir o jantar e o café da manhã para ele, e fazer o depósito de metade do cachê antecipado e a segunda parte em dinheiro ao acordar. Ele chega na residência das clientes as 22h e regressa as 7h. Levando o cachê e deixando mulheres mais sorridentes.




O dia que o facebook parou

     

Não sei o que fazer no dia que o facebook parar. Como irei falar com os meus amigos? Terei que ir até a casa deles ou usar o telefone?

Imagina a gente ter que ir para as ruas viver? Meu Deus! Não gosto nem de pensar.

Animação bem legal do Carne Moída TV. Clique aqui e fiquem por dentro de novos vídeos.